The Host - Stephenie Meyer Nómada é a minha estreia absoluta na escrita da autora Stephenie Meyer. Antes deste livro, nunca tinha tido curiosidade em ler a série Twilight, os livros responsáveis pelo sucesso da autora. Foi apenas quando fui ver o filme que esta obra me suscitou interesse. Tendo gostado da adaptação cinematográfica, decidi ler o livro para confirmar que o livro era melhor do que o respectivo filme. O livro é bastante grande, pelo que esperava uma leitura lenta e foi exactamente isso que obtive. Comecei com algum entusiasmo, mas as minhas leituras de verão não foram muito bem conseguidas, pelo que passadas as 100 páginas esmoreci um pouco e inclusive deixei a leitura suspensa por algumas semanas. Não sei muito bem como classificar esta leitura. Já sabia o que esperar em termos de história e de personagens, portanto o livro não foi uma grande surpresa. Sabia que iria encontrar uma mistura entre ficção científica e romance e foi exactamente isso que encontrei. Encontrei um livro agradavelmente estruturado, com vários elementos em equilíbrio e por esse prisma, foi uma leitura agradável. Mas, as imagens que tive do filme não foram propriamente de ajuda para esta leitura. Dava muitas vezes por mim a ler uma cena e a pensar "onde é que isto apareceu no filme?" e não é assim que eu gosto de ler um livro. De maneira nenhuma. É por isso que me recuso a ver filmes antes de ler os livros. De qualquer forma, acabei por achar a leitura muito morna para as expectativas que criei. Depois de ter ouvido maravilhas sobre o livro, esperei encontrar algo fantástico e encontrei apenas o mediano. É tudo muito q.b. para o meu gosto. A escrita é agradável q.b., as personagens são interessantes q.b., o romance é intenso q.b. e é tudo muito meia-medida. Aquilo que se destaca nesta obra é o mundo. Se fosse apenas a considerar esse elemento, teria que dizer que por aí sim, está um livro muitíssimo interessante. Adorei a forma como a autora construiu as almas e como elas "ocupam" outros planetas. A construção desta realidade está muito bem feita e foi fantástica a forma como a autora construiu esta protagonista - sem dúvida uma das mais originais que li até agora - e a forma como equilibrou as duas personalidades. Acho que o ponto forte deste livro é a vertente de ficção científica e não o romance, como estaria à espera. O livro, no geral, não correspondeu às expectativas que eu tinha e por isso, acabei por não apreciar tanto esta leitura. Contudo, é de facto um livro interessante, que nos mostra uma realidade alternativa bem cativante descrito de uma forma fluída, sem cansar de forma exagerada. aqui