Tudo Se Perdoa Por Amor - Patricia Scanlan Tudo se Perdoa por Amor é uma aposta da editora Quinta Essência que à partida parece ser tudo o que os leitores que gostam de uma história leve, com romance e algumas confusões à mistura, querem.Patricia Scanlan traz-nos assim o primeiro livro do que será (pelo que eu percebi nas minhas pesquisas) uma trilogia. Este volume conta-nos a história do noivado de Debbie e o enredo gira, todo ele, em volta desta temática. Todos nós sabemos que a organização de um evento desta envergadura não é coisa fácil e pode ser uma altura difícil em vários aspectos. E é nesta altura também que vários conflitos familiares (e não só) podem vir à tona. Debbie, a noiva, apercebe-se disso mesmo quando a sua mãe tenta melhorar as relações da filha com o pai. Numa altura em que Debbie devia andar nas nuvens, os problemas começam a aparecer em rápida sucessão e aquilo que deveria ser a organização de um casamento, torna-se numa batalha de sentimentos entre todos os membros da família.Esta foi uma leitura muito fácil e bastante fluída. A autora tem uma escrita muito simples, nada exigente que permite ao leitor passar várias horas seguidas na companhia das suas palavras sem que exista cansaço intelectual. Apesar de a autora se focar numa única temática, o que por vezes se pode tornar algo aborrecido, conseguiu compensar esse factor com a leveza da sua escrita e com a maneira como conseguiu envolver o leitor na história. Apesar do tamanho (algo) extensivo da obra, em nenhuma altura considerei que fosse um aspecto negativo na leitura.As personagens divertidas, com sentido de humor deram um brilho especial ao livro e foram um factor crucial nesta leitura.Com um enredo divertido, acho que este é a típica obra de entretenimento puro. Para os momentos em que precisamos de ler algo mais leve e não tão exigente, esta seria uma escolha acertada. É certo que o livro acabou por me saber a pouco, isto porque esperava um desenvolvimento mais profundo das personagens e do próprio enredo. Acabou por se revelar um livro muito simples e que não aprofundou nada de especial, mas cheguei à conclusão que para o género de livro que é, a autora fez exactamente aquilo que se pretendia: diversão e romance. Não posso dizer que fiquei exultante para ler o segundo volume, mas se tiver a oportunidade de o ler, ficarei contente.