O Regresso do Rei (O Senhor dos Anéis, #3) - J.R.R. Tolkien, Fernanda Pinto Rodrigues Foi giro. A leitura dos apêndices é que é uma seca e é quase do tamanho da história propriamente dita. CONTÉM SPOILERS**A trilogia do Senhor dos Anéis chega ao final com este livro, O Regresso do Rei. Representa, o clímax e o auge de toda esta aventura que começa com um hobbit e um anel. Muito já aconteceu, mas ainda mais coisas estarão para vir no início deste Regresso. Após todos os acontecimentos que o leitor acompanha ao longo de dois livros com todos os ingredientes necessários para fazer da obra, uma leitura inesquecível, é com agrado e algum sentimento de tristeza que pegamos no livro que irá finalizar esta brilhante trilogia. Neste ponto, das duas uma: ou o leitor já se encontra irremediavelmente conquistado por esta trilogia, ou então dificilmente irá vibrar da mesma maneira. O livro começa imediatamente a seguir aos acontecimentos finais do livro "As Duas Torres". Sam vê o corpo inconsciente de Frodo a ser levado pelos Orcs e é este singelo mestre Samwise que se tornou agora o portador do anel. Além disso, Ganfald e companhia têm de ir ao auxílio do reino de Gondor, que se encontra a defender o seu território das forças malévolas de Sauron. Assim, neste livro temos a derradeira oportunidade de ver as forças de Gandalf e as forças opostas de Sauron a batalharem entre si, e vivemos na expectativa para saber como irá ser o desfecho e o destino da Terra Média.Será que o futuro ficará para sempre obscurecido pela escuridão? Ou irá a luz triunfar?Não basta dizer que gostei tanto deste livro, como gostei dos seus predecessores. No entanto, o meu preferido da trilogia é e será sempre o primeiro volume. As obras que Tolkien nos deixa são uma herança cultural riquíssima que deve ser lida e apreciada, sempre. É um pequeno grande tesouro e felizmente, decidi-me a ler esta trilogia. Mais vale tarde do que nunca, diriam vocês. E é verdade.Como leitora inveterada que sou, a fantasia nunca foi o meu género literário de eleição. No entanto, há poucos meses atrás dei por mim a pensar que deveria pelo menos tentar, ler uma das obras mais conhecidas do mundo criadas por uma das personalidades mais influentes no mundo literário. E ainda bem que assim fiz, porque esta trilogia é rica em todos os aspectos e é imperdível.A narrativa do autor, as descrições que ele faz, a sua imaginação é um tesouro. E estas são obras para qualquer idade. Estimulam a nossa imaginação e fazem-na voar até ao ponto de podermos afirmar que a cabeça que criou isto, pertenceria a um génio.E assim o é. Mais do que fazer uma opinião ao Regresso do Rei, aproveito para fazer uma reflexão da trilogia no seu todo, que sem dúvida alguma, não posso indicar nenhum aspecto negativo. No entanto, como já disse anteriormente, o primeiro volume foi o meu preferido, pois os hobbits tiveram muito mais tempo de antena e adorei conhecer todos os pormenores destas pequenas criaturas que vivem sem preocupações mas são mais tenazes do que aquilo que fazem parecer.Uma nota para esta edição de 2002 que tem vários apêndices repletos de informação e cronologias, tal como árvores genealógicas que são uma ajuda preciosa para quem quer saber tudo e mais alguma coisa sobre o universo de Tolkien.É preciso dizer que recomendo altamente esta trilogia?Descubram por vós mesmos! Brevemente, seguir-se-à a leitura da prequela "O Hobbit".