Magia ao Vento  - Christine Feehan, Nanci Marcelino 2,5 stars Sarah Drake é a mais velha de sete irmãs. A família Drake é uma família muito curiosa. Há algo mágico que envolve o nome daquela família, da casa que passou de geração em geração. As profecias que fazem parte desta família são muitas. Uma delas é que em cada geração, a sétima filha Drake terá sete filhas. Outra é que os portões da mansão Drake apenas se abrem para aquele que se irá revelar o homem certo para cada uma das sete irmãs. Por isso, quando os portões de casa se abrem para Damon Wilder, as irmãs, recentemente retornadas a casa, ficam completamente boquiabertas. E Sarah não consegue esconder a atracção que sente por Damon, apesar do próprio a avisar que o perigo que o envolve pode trazer sérias consequências não só para a Sarah, como para as suas restantes irmãs. Contudo, Sarah não quer desistir de Damon. Afinal, algumas profecias são fortes demais para serem ignoradas...Confesso que quando soube que a editora Saída de Emergência ia apostar nesta autora, não senti muita curiosidade em ler as suas obras. Contudo, tendo recebido o primeiro livro da série das irmãs Drake em oferta, decidi que valia a pena conhecê-las. Olhando para o tamanho do livro, achar-se-ia que podia ser uma pequena introdução e não um primeiro livro, aquele que marca o início de uma série. Mas, contrariamente às minhas crenças, este é realmente o primeiro livro da série, embora este pareça mais um conto do que uma história desenvolvida.A verdade é inegável para mim. Se não tivesse recebido este livro, dificilmente alguma vez o compraria e nunca conheceria esta série, a não ser que no futuro, a comprasse em inglês. Assim sendo, foi com alguma indiferença que comecei esta leitura. Como podem calcular, o livro serve realmente de introdução à série. É a história das irmã das mais velha das sete irmãs Drake. Sarah tem alguns poderes de premonição e apaixona-se por Damon Wilder, que não só é um cliente, como também é o homem com quem ela está destinada a ficar. A favor do livro, tenho a dizer que a autora conseguiu fazer com que eu me interessasse nestas sete irmãs e nas suas capacidades e poderes misteriosos. É uma escrita bastante simples, que se segue com muita facilidade e que mantém o leitor interessado nos acontecimentos que estão para vir.Por outro lado, a história tornou-se algo confusa para mim, alguns acontecimentos aparecem do nada no enredo e o leitor perde o fio condutor da história. Isto é algo que talvez possa não ser culpa da autora. Pode ao invés ser problema de tradução. Fiquei com pena que a história fosse tão breve e lamento também que não tenha existido a oportunidade de explorar mais estes personagens, porque estranhamente, no breve período que Damon e Sarah me acompanharam, senti carinho por eles. E tenho pena que a história deles não tenha merecido mais atenção e dedicação. No entanto, creio que o que a autora quis fazer com este pequeno livro foi chamar à atenção dos leitores para a série e deixar espaço para os leitores ficarem curiosos e ansiosos para lerem mais. Eu sei que fiquei curiosa. E mais: fiquei com imensa vontade de ler mais sobre as irmãs Drake. E vou fazê-lo, num futuro próximo.